quarta-feira, 24 de maio de 2017

Você conhece alguma pessoa peçonhenta?

Por que conhecemos tantas pessoas venenosas? Indivíduos sempre dispostos a usar a língua para envenenar os outros, cheios de malícia e de toda sorte de enganos para desviar os simples do seu bom caminho. A verdade é que a nossa vida é um campo minado: não podemos confiar nas pessoas, devemos desconfiar das perguntas que nos fazem e analisar com cautela tudo o que nos dizem.

Existem pessoas que só fazem perguntas capciosas, isto é, com segundas intenções. Outras, nos falam as coisas "jogando verdes" para saber o que nós vamos responder e então fazer fofocas. E ainda existem aquelas que fingem se importar conosco unicamente para saber os nossos problemas e depois sair espalhando.

A nossa vida é mesmo um campo minado, onde cada relação, cada "amizade", cada pessoa que se aproxima de nós inspira sempre prudência. É por isto que a reserva continua sendo a melhor maneira de evitar "bombas": homens e mulheres-bombas, para ser exato. Pessoas reservadas podem passar por antipáticas, arrogantes, anti-sociais etc. mas uma coisa é certa: elas se decepcionam muito menos com os outros do que as demais.

Você conhece alguma pessoa peçonhenta, cuja língua, "inflamada pelo inferno" (Tiago 3:6), é um verdadeiro instrumento do diabo para matar, confundir, caluniar e desviar as pessoas do bem? Então clame a Deus e revista-se de prudência. Seja reservado, não dê confiança e, na tentativa maligna de aproximação, corte o mal pela raiz. Sem dó...